Mostrando postagens com marcador Teatro de Bonecos. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Teatro de Bonecos. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Espetáculo leva Cultura Caiçara serra acima

Com texto e direção de Mariana Zanette, Aorélio Domingues utiliza teatro de bonecos para contar a história do folclore e costumes do Litoral 

As “Lendas do Mar de Lá” vão ocupar o Centro Cultural Boqueirão a partir de sábado dia 30 de setembro. A peça, que tem autoria e direção de Mariana Zanette, nasceu como fruto de pesquisa conjunta com os membros do coletivo da Associação Mandicuera, sediada na Ilha dos Valadares, em Paranaguá.

O espetáculo conta histórias e lendas da cultura do litoral paranaense através de causos contados pelo violeiro, rabequista e mestre da cultura caiçara Aorélio Domingues, que também assina os cenários. No acompanhamento musical e manipulação dos bonecos está Ruddy Rojas.


A Associação Mandicuera trabalha com a revitalização da cultura caiçara, percorrendo seus sotaques, ritmos, danças e histórias. Segundo Mariana Zanette, “é importante falar da nossa aldeia, mostrar nossas raízes, fazer com que as pessoas tenham conhecimento da nossa identidade e história. Nossa comunidade tem lendas, sotaque, tem muita coisa que ainda não foi revelada. Particularmente, não usamos muito a palavra resgate e sim preservação e salvaguarda”.

O público poderá conferir as narrativas sobre a criação do barreado, do carnaval no litoral, da padroeira de Paranaguá, entre outras. Sobre o formato escolhido para a encenação, “é a segunda vez que coloco bonecos em um espetáculo meu para auxiliar a contação de causos. Os bonecos fazem parte da cultura popular. Usamos muito no boi de mamão. Quando a Angela Meschino (produtora do espetáculo) me propôs que eu fizesse algo sobre contação de causos, eu tive a ideia das ‘Lendas do Mar de Lá’, com o Aorélio, que é um ótimo contador de histórias da região, na condição de protagonista”, revela Mariana.

Voltada para o público infantil, a peça tem ainda direção musical de Ary Giordani, que também foi o produtor do álbum “Amanhece - Fandango Pancada", que Aorélio Domingues lançou em agosto deste ano. Mariana Zanette explica a idéia de levar o espetáculo a um bairro da periferia da capital: “vamos apresentar em Curitiba, pois é um espetáculo realizado com recursos do Mecenato Municipal, mas pretendemos levá-lo a todo litoral e a diversas cidades, ainda”.

A encenação é realizada através de bonecos tringle (tipo marionete de fios com uma vara no eixo central do boneco na cabeça), em cenário que remonta a um antigo teatro, casario antigo do período colonial e casario de pescadores. A equipe de criação conta com Líli Sarraff na criação de bonecos, TriAlmeida  nos figurinos, Fábia Regina na iluminação, Marcelino de Miranda na maquiagem, Angela Meschino e Caue Matias na produção. A realização do projeto é da Spot Cultura & Entretenimento. O Centro Cultural Boqueirão é parceiro do espetáculo, através da MRG Produções, que já conta 15 anos produzindo cultura para crianças.

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Novidades nas oficinas de Teatro de Bonecos do Projeto Manipular

As oficinas de quarta-feira estão sendo ofertadas na Ilha de Valadares; e aos sábados os encontros serão para a produção de um novo espetáculo de bonecos


O projeto Manipular de Teatro de Bonecos está com novidades no seu formato. Os bonequeiros firmaram uma parceria com a Associação dos Moradores da Ilha dos Valadares (AMIV) e os encontros das quartas-feiras serão na sede da AMIV e voltados para as crianças da Ilha. A ideia é construir um grande boneco que represente a Associação e a Ilha dos Valadares.

Já os encontros de sábado, das 15 às 18h, na casa Monsenhor Celso, passam a ser focados na criação e produção de um novo espetáculo teatral com bonecos. Para isso, a Cia La Polilla está fazendo um chamamento para todos que têm interesse em aprender ou queiram participar da produção. Essa é a hora de se juntar ao grupo. O primeiro encontro com o “possível” elenco da nova peça será neste sábado, dia 13. As oficinas também continuam ocorrendo às sextas-feiras, na Casa Monsenhor Celso, às 16 horas.

Os bonequeiros Lili Sarraff e Ruddy Castillo Rojas, criadores do projeto Manipular, também farão um workshop de manipulação de bonecos para teatro na Casa Buena Vista, no dia 19 de maio, das 18h às 21h. É mais uma oportunidade para conhecer a atividade e sentir a magia do Teatro de Bonecos. A participação é gratuita e as inscrições devem ser feitas pelo telefone 98443 0090.

Este é o terceiro ano consecutivo de vigência do projeto Manipular em Paranaguá. Além de peças para apresentação em palco, o grupo trabalha com marionetes, teatro de lambe-lambe (em pequenas caixas), bonecos de luva e também desenvolve performances e espetáculos individuais para apresentações de rua, em praças, feiras, etc.

O grupo também está recolhendo embalagens e materiais reutilizáveis de diversos tipos para os trabalhos do projeto. Os materiais a serem usados são: potes de margarina; garrafas de sabão líquido, água sanitária ou amaciante (daquelas com plástico bem resistente); garrafinhas de iogurte (também com plástico resistente); e jornal. Os materiais podem ser entregues no local da oficina, na Casa Monsenhor Celso.

Saiba mais na página do Projeto Manipular no Facebook.

Informações: 41 98448 3020 ou pelo e-mail: atelier.manipular@gmail.com 

Projeto aprovado no Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura – PROFICE da Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Paraná

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Vagas abertas para aprendizes de Teatro de Bonecos em Paranaguá

Oficinas serão gratuitas com encontros às quartas, sextas e sábados à tarde. 




O Atelier Manipular abriu uma nova turma para aprendizes em teatro de bonecos. As aulas são gratuitas e serão ofertadas na Casa da Cultura Monsenhor Celso às quartas, sextas e sábados à tarde. Para participar, é preciso ter mais de 14 anos de idade. Será formada uma turma com até 20 aprendizes.

Este será o terceiro ano consecutivo de vigência do projeto Manipular, que já rendeu bons frutos como a peça Gaiolas, escrita por Rogério Soares, baseada em um poema de Mario Quintana e encenada pelos instrutores e aprendizes do projeto.

quarta-feira, 12 de abril de 2017

Atelier Manipular abre nova turma para oficina de Teatro de Bonecos em Paranaguá



O Atelier Manipular está abrindo uma nova turma para aprendizes em teatro de bonecos. As aulas são gratuitas e serão ofertadas na Casa da Cultura Brasílio Itiberê às quartas, sextas e sábados à tarde. Para participar, é preciso ter mais de 14 anos de idade. Neste reinício, será formada uma turma com até 20 aprendizes.

Este será o terceiro ano consecutivo de vigência do projeto Manipular, que já rendeu bons frutos como a peça Gaiolas, escrita por Rogério Soares, baseada em um poema de Mario Quintana e encenada pelos instrutores e aprendizes do projeto.



A peça Gaiolas participou do 20º Festival Espetacular de Teatro de Bonecos em Curitiba; do I Festival de Teatro de Bonecos de Curitiba; Festival de Teatro de Curitiba; IV Festival de Teatro de Pontal do Paraná (premiado como melhor espetáculo de bonecos); e do VII FESTPAR – Festival de Teatro de Paranaguá (premiado como o 3º melhor espetáculo e melhor figurino).

Além de peças para apresentação em palco, o grupo trabalha com marionetes, teatro de lambe-lambe (em pequenas caixas), bonecos de luva e também desenvolve performances e espetáculos individuais para apresentações de rua, em praças, feiras, etc.



O projeto Manipular é uma inciativa da Companhia de Teatro de Bonecos La Polilla, dos bonequeiros Lili Sarraff e Ruddy Castillo Rojas e também conta com a colaboração do ator e diretor de teatro Rogério Soares.

Nas oficinas, os participantes aprendem a construir e a manipular os bonecos teatrais, participando de todo processo criativo das cenas e da montagem das peças e performances definidas pelo grupo. Para este ano, os bonequeiros pretendem explorar a temática local, abordando a cultura caiçara. Mas a peça a ser montada e encenada será definido no coletivo de oficineiros e aprendizes.

Para Lili Sarraff, bonequeira e instrutora no projeto Manipular, muitas vezes o teatro de bonecos não recebe a importância e a atenção que merece. “As pessoas tendem e olhar para o teatro de bonecos como uma expressão menor, ou somente infantil do teatro, mas quem para e assiste a uma peça bem montada, bem encenada, percebe que não é assim. Uma peça de teatro de bonecos pode ter a mesma complexidade e riqueza do teatro só com atores, mas com outros recursos.” Afirmou.

Segundo ela, no teatro de bonecos a expressividade e os recursos cênicos são desenvolvidos desde a montagem dos bonecos. “O ator que manipula o boneco não é só um ator que interpreta, ele precisa entender como funciona a plasticidade da forma animada, as suas limitações. Então, temos que buscar desde a confecção do boneco a melhor forma de resolver barreiras cênicas. Por isso desenvolvemos diversas técnicas de construção e criação de bonecos”, completou Lili.

O primeiro encontro será no dia 19 de abril, quarta-feira, às 16 horas, na Casa Monsenhor Celso. As inscrições serão realizadas no local. Endereço: Rua Conselheiro Sinimbú, 23, Centro Histórico, Paranaguá.

Informações: 41 98448 3020 ou atelier.manipular@gmail.com 

Projeto Manipular no Facebook